topo2
Untitled-2sdd
   Blog Eventos Blog Shows Blog Aprofundamentos
   O que é isso?
enquete
Como você sabe sobre os eventos da CN?
     Acampamento "PHN 14 anos"

Amigos pra voltar a amar

Dunga
Foto: Fotos CN/Maria Andrea
Abra a sua Bíblia em João 11,1-44. Esta passagem fala da vida de cada um de nós. Quando olho para vocês, jovens, vejo uma naçã que tem fome e sede de Deus.

Quando o Senhor nos inspirou o tema do PHN para este ano - “Amigos para voltar a amar” -, nós não sabíamos que este acampamento iria cair, justamente, nos dias em que comemoraríamos o 'Dia Mundial do Amigo' (sexta-feira, dia 20). Vimos também nisso a confirmação de que o tema do PHN está dentro da vontade de Deus.

Jesus não formou apenas discípulos, mas formou amigos, os quais tinham até mesmo uma “má fama”. E o Senhor se relacionou com esses amigos com extrema compaixão.

Hoje, Cristo se “rebaixa”. Ele se inclina sobre você, sobre a sua miséria e sofrimento. Jesus desce ao seu nível, toma-o em Seus braços e fala ao seu coração. A passagem que vamos ler fala desta amizade de Deus para com cada um de nós. O caminho que Jesus faz com Lázaro é o mesmo que Ele deseja fazer com cada um de nós neste momento. Acompanhemos juntos:

“Ora, havia um doente, Lázaro, de Betânia, do povoado de Marta e de Maria, sua irmã. (Maria é aquela que ungiu o Senhor com perfume e enxugou seus pés com os cabelos. Lázaro, seu irmão, é quem estava doente.) As irmãs mandaram avisar Jesus: 'Senhor, aquele que amas está doente'” (Jo 11,1-3). Veja: num ato de desespero, Maria – aquela mesma que enxugou os pés de Cristo – avisou o Mestre que Lázaro estava doente. Fico pensando em quantos de vocês, que estão aqui, trouxeram os seus “Lázaros” para este encontro na Canção Nova. São irmãos ou amigos que vieram para cá escravizados pelas drogas, e por tantos outros vícios e pecados. Vocês os trouxeram para que eles tenham um encontro pessoal com Deus.

“Ouvindo isso, disse Jesus: 'Esta doença não leva à morte, mas é para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela'. Jesus tinha muito amor a Marta, à sua irmã Maria e a Lázaro. Depois que ele soube que este estava doente, permaneceu ainda dois dias no lugar onde estava” (Jo 11,4-6). Por que Jesus nos faz esperar? Já que amava tanto Lázaro e suas irmãs, por que Ele já não foi socorrer o Seu amigo? Porque é, exatamente esta expectativa, esta espera que faz você e eu ficarmos com os pés no chão. Jesus lhe dá este tempinho, a fim de que você olhe para dentro de si e reconheça o quanto necessita d'Ele.

“Depois, falou aos discípulos: 'Vamos, de novo, à Judeia'. Os discípulos disseram-lhe: 'Rabi, ainda há pouco os judeus queriam apedrejar-te, e agora vais outra vez para lá?'” (Jo 11,7-8). Jesus, por causa de Lázaro, estava voltando a Judeia. Ali, havia muita gente que queria acabar com Jesus. Mesmo assim, Ele vai para lá e corre o risco de ser apedrejado por causa do Seu amigo. Meu irmão, você acha que Jesus volta ao lugar onde você se encontra só por sua causa? Ele volta, Ele se arrisca, Ele vai até uma “boca de fumo”, até uma situação de enfermidade só por você. É a este Jesus que você precisa conhecer.

“Jesus respondeu: 'O dia não tem doze horas? Se alguém caminha de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo. Mas, se caminha de noite, tropeça, porque lhe falta a luz'” (Jo 11,9-10). Nós caminhamos muito tempo na escuridão. Veja a dificuldade que temos em caminhar nas trevas! Pode ser que, ainda hoje, alguns dentre nós esteja caminhando na escuridão. O Senhor nos alerta neste dia.

O PHN é a espiritualidade daquele que luta, daquele jovem que combate o pecado. Ao vir para este encontro, você está dizendo às trevas: “Eu estou me desvencilhando de vocês. Estou caminhando para a luz de Deus!”. Tenha a coragem de ir em direção à luz! Peça ajuda. Deixe que venha à luz tudo aquilo que são trevas em seu interior.

"O PHN é a espiritualidade daquele que luta, daquele jovem que combate o pecado" (Dunga)
Foto: Fotos CN/Maria Andrea

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook


“E acrescentou ainda: 'Nosso amigo Lázaro está dormindo. Mas, eu vou acordá-lo'” (Jo 11,11). Deus quer lhe acordar. É fato que o adolescente dorme muito. Faz parte do seu proceso de desenvolvimento. Ô “bichinho” que gosta de dormir! Da mesma forma, há muitos que estão “dormindo” na fé. Neste fim de semana, nós vamos acordar você! Nem que seja preciso derrubá-lo da cama. Mas saiba: você será “acordado” por Deus nestes dias de PHN.

“Os discípulos disseram: 'Senhor, se está dormindo, vai ficar curado'. Jesus falava da morte de Lázaro, mas os discípulos pensaram que ele estivesse falando do sono mesmo. Jesus, então, falou abertamente: 'Lázaro morreu! E, por causa de vós, eu me alegro por não ter estado lá, pois assim podereis crer. Mas vamos a ele'” (Jo 11,12-15). Hoje, é o dia para você decretar a sua própria morte. A morte do “homem velho”, da “mulher velha”. Todos os dias, eu enterro o “Dunga velho” lá em minha casa. Eu canto o meu funeral. Àquele Dunga prostituto, maconheiro, entregue ao pecado, eu declaro: ele morreu!

Eu olho para esta multidão e, quando vejo ainda um monte de jovens descendo a rampa em direção a este Centro de Evangelização, o meu coração se enche de esperança. Muita gente ainda virá para cá durante todo este dia e a madrugada que virá. Uma pena que aqueles veículos de comunicação que gostam de semear a “má notícia” não estão aqui para divulgar esta maravilha. Jovem: você é uma boa notícia! E o mundo necessita do testemunho de jovens que largaram o crack, a maconha, a prostituição e, agora, são felizes no seguimento a Cristo.

“Jesus ainda estava fora do povoado, no mesmo lugar onde Marta o havia encontrado. Os judeus, que estavam com Maria na casa, consolando-a, viram que ela se levantou depressa e saiu; e foram atrás dela, pensando que fosse ao túmulo para chorar. Maria foi para o lugar onde estava Jesus. Quando o viu, caiu de joelhos diante dele e disse-lhe: 'Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido'. Quando Jesus a viu chorar, e os que estavam com ela, comoveu-se interiormente e perturbou-se. Ele perguntou: 'Onde o pusestes?' Responderam: 'Vem ver, Senhor!'” (Jo 11,30-34).

Deixe-me perguntar a você: “Onde você colocou o amigo que você trouxe para este PHN?” Diga a Jesus: “Senhor, é este aqui!”.

“De novo, o Senhor ficou interiormente comovido. Chegou ao túmulo. Era uma gruta fechada com uma pedra. Jesus disse: 'Tirai a pedra!' Marta, a irmã do morto, disse-lhe: 'Senhor, já cheira mal: é o quarto dia'. Jesus respondeu: 'Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?' Tiraram então a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o alto, disse: 'Pai, eu te dou graças porque me ouviste! Eu sei que sempre me ouves, mas digo isto por causa da multidão em torno de mim, para que creia que tu me enviaste'. Dito isso, exclamou com voz forte: 'Lázaro, vem para fora!' O morto saiu, com as mãos e os pés amarrados com faixas e um pano em volta do rosto. Jesus, então, disse-lhes: 'Desamarrai-o e deixai-o ir!'” (Jo 11,38-44).

Se fosse nos dias de hoje, Jesus diria: “Pai, tirai a pedra do crack”. A pedra deste grande mal que escraviza a nossa juventude. O Senhor, hoje, quer tirar esta pedra que se encontra em sua vida, a pedra do desamor, do vício, daquele aborto que você cometeu, daquela traição... Hoje, Cristo olha para seus amigos e, por meio deles, ordena que esta pedra seja retirada da sua vida. Jesus está lhe dizendo: “Venha para fora! Saia agora!”.

A primeira vez que fui à Terra Santa, visitei um túmulo semelhante ao que Lázaro foi colocado. Depois que os peregrinos saíram dali, eu disse ao meu amigo: “Vou lá para baixo e, dentro de uns 15 minutos, você gritará: 'Dunga, vem para fora!'” Quando estava dentro daquele sepulcro, comecei a orar e pedir ao Senhor que, ali, ficasse sepultado, para sempre, o "Dunga velho". Após quinze minutos, o meu amigo gritou: “Dunga, vem para fora!”. Daí, eu travei. Não conseguia mover um dedo sequer. O homem velho estava lutando para eu ficar ali: cativo, oprimido. Entrei numa briga intensa com o meu "homem velho". “Esmurrei” o "Dunga velho" naquele instante. Quando saí daquele lugar, o meu rosto estava transformado. Meu amigo, supreso, disse: “Cara, o que aconteceu com você?” Eu havia saído de uma tremenda luta contra o meu "homem velho". Depois dessa experiência, muita coisa mudou em meu interior.

Hoje, o Senhor nos retira do túmulo. O "homem velho" ficará ali, sepultado. Uma nova criatura virá para fora. Mas, para isso, o Senhor conta com os Seus amigos. Agora, vamos orar por este irmão que veio ao PHN ferido, destruído pelo pecado, necessitado deste encontro pessoal com Jesus. Ore por ele agora. Faça pelo seu amigo exatamente o que Jesus está ordenando: “Desamarrai-o!”. Clame o Espírito Santo sobre este seu amigo. Que este jovem, agora, seja batizado no Espírito Santo. Meu irmão, seja curado por este amor.

 

Transcrição e adaptação: Alexandre de Oliveira

 

Assista a um trecho desta pregação:


--------------------------------------------------------------

Dunga
Comunidade Canção Nova


--------------------------------------------------------------

21/07/2012 - 09h15

Tags: phn dunga pecado Canção Nova santidade amigos jovem pregação

Tags:

Untitled Document
Comentários sobre a pregação

 

  PROGRAMAÇÃO
Clique e confira

Untitled Document
  AO VIVO

    TV Canção Nova
    Rádio AM

  SOBRE O EVENTO


  PREGAÇÃO

Domingo

Jovens, sejam bons pastores
Dom Antônio Augusto Dias Duarte


Jovens, animai-vos uns aos outros
Dunga


Senhor, se Tu queres, eu também quero ser um jovem PHN
Padre Fabrício


Sábado

Abraçar a fé cristã
Dom Orani João Tempesta


Construindo a felicidade
Padre Adriano Zandoná


Profetas no meio da juventude
Padre Fábio de Melo


Amigos pra voltar a amar
Dunga


Sexta-feira

A amizade que o retira do sepulcro
Padre Fabrício


A amizade é sinal do céu
Astromar Miranda


O inimigo de Deus
Padre Paulo Ricardo


O verdadeiro amigo
Padre Demétrio Gomes da Silva


Quinta-feira

Na escola da Eucaristia
Dom Benedito Beni


Um amor para sempre
Adriano Gonçalves


Crescer na amizade com Deus
Padre Paulo Ricardo


Preciso voltar ao primeiro amor
Emanuel Stênio


Quarta-feira

O PHN é um projeto de santidade
Padre Roger Luís