topo2
Untitled-2sdd
   Blog Eventos Blog Shows Blog Aprofundamentos
   O que é isso?
enquete
Como você sabe sobre os eventos da CN?
     Acampamento de Cura e Libertação

Pecados que atingem as gerações

Padre Márlon Múcio
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com
O que fazer com tudo isso que Deus tem revelado, que você tem descoberto da sua família? Quando Deus mostra, Ele já está tocando.

No mundo nem sempre é assim, descobre-se um problema, e muitas vezes não se sabe o que fazer com ele e o que o Senhor está mostrando nesse final de semana, é o que Ele diz: “Eu mostrei, Eu abro, porque o que tenho que fazer não vai morrer em casa!” No Evangelho de São Lucas capítulo 19, encontramos a história de Zaqueu, que agora sou eu e você.

Quem está disposto a pelejar a sua salvação, salvando em Cristo a sua família? Porque o Senhor trouxe para este acampamento a pessoa certa, diga:
“Obrigado Senhor porque estou no lugar certo e na hora certa, para receber a benção certa. Jesus daqui eu não saio, daqui ninguém me tira, porque quando eu voltar pra casa, já verei uma família abençoada, quando eu colocar o pé dentro de casa, o Senhor já a terá conquistado. A minha família é abençoada! Por ela louvores a Ti Senhor! Amem! Aleluia!”

Vimos nesse evangelho que Jesus entrou em Jericó, qual o nome da sua cidade? A sua cidade é Jerico, Jesus está entrando nela, Ele passa por todas as fronteiras, cada quarteirão, cada rua. Deus vê quem passa pela ponte, pelo viaduto, todo ser que vive e respira na sua cidade e da sua família, e também dentro do seu ser.

Ele entrou em Jericó e ali se encontra com Zaqueu, que era um ladrão, mas disfarçado, ele retirava as heranças pequeninas dos pobres, por causa da sua baixa estatura e também de sua baixa índole, ele não conseguia ver Jesus. Então subiu numa árvore, e do alto não apenas viu Jesus, como também Jesus o enxergou.

Nesse final de semana a Canção Nova é essa árvore, para do alto dela, você ver o Cristo e Ele te ver. E você traz uma árvore consigo, estamos nos colocando a frente da nossa família, como Zaqueu que também foi tomado de parresia, de uma coragem evangélica, como vimos na liturgia de ontem (Marcos 2,1-12) dos quatro amigos do paralitico, que o colocaram para dentro da casa pelo teto, e porque foi criativo e fez a diferença o Senhor não só ganhou ao baixinho, mas ganhou toda a família dele, tanto no final Jesus disse: “Esse homem estava perdido e voltou a vida. Hoje a salvação entrou na casa desse homem.”

Pensa na sua casa agora, pensa em tudo o que você tem vivido nela, em cada cômodo, na rua que você mora, no seu bairro, qual o seu endereço? É lá que Jesus está entrando agora, como entrou na casa de Zaqueu.

E no final desse acampamento ouviremos dos lábios de Jesus: “Hoje a salvação entrou nessa casa, na sua casa.” Vou lhes trazer irmãos, 10 passos para orarmos pela cura entre gerações, a pregação agora é muito prática, vou partilhar essa experiência que tem mudado o rumo da vida de muita gente.

No livro 'O que é e como curar pela Cura entre gerações' eu mostro os passos e conto vários testemunhos, que vou contar alguns pra vocês agora: Uma moça chegou pra mim e disse com todos os preparativos prontos para o casamento: 'Padre, eu não vou mais me casar! Porque eu vou me casar se em minha família nenhum casamento dá certo?' Então, fomos orar por essa jovem, que era cheia de vida, mas não de sonhos, ela era cheia de pesadelos, e pelo dom da palavra de ciência, dom que a palavra fala em I Coríntios capítulo 12, o Senhor me mostrou a sua bisavó falando para a sua avó que não aprovava seu casamento, ela dizia: “Não vou no seu casamento e deixo tudo de pior pra você, você vai comer o pão que o diabo amassou.”

E o que aconteceu com a avó da moça, com a sua mãe e o que estava prestes a acontecer com ela também?

Por vezes, são meses, anos de caminhada, quero desmascarar o inimigo agora falando pra você que muitas vezes rezou e parece que as coisas só tem piorado, quando pomos a mão no vespeiro sai as vespas. Quando a gente reza sai as assombrações, ou seja, quando não se reza, as assombrações ficam acomodadas, por isso, o diabo se mexe, para que você deixe de rezar pela salvação da sua família, para te desanimar. Ele te cutuca para lhe tirar o ânimo da oração, e o tema desse acampamento é 'Tende ânimo, e vereis a libertação.'
“Louve a Deus pela sua família"
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com
Ânimo é alma, você está vivo, então diga comigo: “Jesus, é na eternidade contigo que eu quero morar. Jesus, de Cachoeira Paulista para o céu é só um pulinho, da minha cidade onde eu moro para o céu é só um pulinho! O céu é logo!”

E como ensina Monsenhor Jonas Abib: “Aguenta firme meu filho, aguenta firme, pois o céu é logo!”

Depois de rezar com a moça, ela se casou e hoje tem duas lindas crianças. E o mais lindo, é que Jesus está removendo da sua linha de família, aquela marca negativa de casamentos que não se realizam. No começo, a moça ficou muito brava ao saber da sua bisavó, a pessoa se sente ofendida, mas nós não vamos nos revoltar, mas vamos amar a nossa família, não vamos fazer doer mais o que já é muito dolorido.

Um segundo testemunho: Um jovem nos procurou depois de passar por vários plantões de oração, de fazer vários retiros, mas antes vivia como ovelha errante, sem pastor. Quem não tem dono, não é de ninguém, o inimigo vem e rouba, pois achado não é roubado.

O jovem apresentou então a sua situação, de que a bebida era mais forte do que ele, como São Paulo disse na Palavra, “ não faço o bem que quero, mas faço o mal que não quero.”

Quando a gente nasce, já nascemos com uma mochila, uma bolsa - estou falando de genes - ao longo da vida, vamos abrindo a bolsa, os fatos do cotidiano, a maneira como você vive, faz com que você comece a tirar o que está dentro da bolsa o que trouxe dos antepassados, se ela é uma pessoa de Deus, não vai tirar o que é ruim, ela vai tirando e pegando o que convém e largando o que não convém. Quando ela morrer, não vai levar essa bolsa consigo, mas deixará para os seus. O que está dentro da bolsa, por exemplo, imagina que tem um escorpião, ela não o pegou, e nem ele a ela, mas ele está lá dentro, mas pode ser que algum descendente dela de maneira desavisada pegue o escorpião, ele não determina a sua vida, mas pode influenciar. Se está lá dentro, ela vai tomar cuidado, as nossas heranças não determina o que fazemos, mas pode influenciar.

Vamos matar o escorpião hoje?

Então, orando pelo jovem, rezamos pelo seu sobrenome, vamos chamar de 'Camargo' um exemplo qualquer, então alguém do seu antepassado dizia: “Não sera um Camargo aquele que não tombar por um gole de pinga.”

Aquele antepassado distante, estava fazendo uma idolatria à bebida. Graças a Deus muitos cristãos, estão tirando de suas casas os barzinhos, não tem que ter na parede inteira bebidas, mas na entrada o quadro do Sagrado Coração de Jesus, o Imaculado Coração de Maria, as pessoas tem que entrar na sua igreja e falar que a sua casa parece igreja, não pode parecer outra coisa.

Então, fizemos o processo dos 10 passos, e ele já parou de beber, hoje tem nojo da bebida e o Senhor está varrendo de sua família o vício da bebida.

Um terceiro testemunho: Uma senhora mãe de família me disse: “Padre, reze por mim pois acho que estou ficando louca, os psicólogos não resolveram.” Ela fazia terapias e não sarava, então fomos orar por ela, e ela tinha a sensação de um revólver voltado pra ela.

Ela entrava em pânico e nunca havia visto um revolver, então o Senhor tocou uma família de machista, onde os homens que trabalhavam em roças, quando recebiam notícias de suas esposas grávidas, eles achavam que elas as tinham traídos, tenho comigo uma tese 'quem muito chifre vê, é porque muito chifre põe.'
“Jesus, é na eternidade contigo que eu quero morar."
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com

Quando a mulher estava grávida, o marido já mirava pra barriga a espingarda, falando que o filho era de outro e assim foi durante muito tempo e ela nasceu com aquela marca, porque na barriga ela viu a arma voltada para ela e pra mãe dela. A criança na barriga da mãe já entende tudo o que acontece fora, por isso, reze com o bebê, diga já no ventre que o ama. E aquela rudeza, brutalidade presente na família dela o Senhor foi eliminando.

Último testemunho, estava pra começar a santa missa onde apareceram 2 jovens irmãs pedindo a benção para unha encravada, e pedi pra conversar com elas no final da missa, e o que aconteceu é que, elas vieram de uma família muito pobre do interior, as crianças iam crescendo e os pais não tinham dinheiro pra comprar sapatos para as crianças, então os dedos ficavam como os das aves de rapina, já era algo estrutural tinha os dedos pra dentro, porque eles não tinha liberdade pra ficar pra frente porque não tinham dinheiro para acompanhar o crescimento dos pés, e a partir dali preces, jejuns, e o Senhor foi transformando de maneira miraculosa, não apenas os dedinhos daquela moça, como tudo o que estava encurvado, vivido de maneira tímida, porque não tinha oportunidade na vida, o Senhor Jesus foi libertando para uma vida de benção.

Segue agora os 10 passos para a cura entre gerações:

1º passo Fazer o geneagrama.
Coloque o nome e o sobrenome, se você não sabe, escreva: “Jesus sabe.” Jesus não precisa que façamos isso, mas nós precisamos e isso nos faz um bem. A logoterapia, que é a cura pela fala, não foi Froud que ensinou, mas Jesus pelo sacramento da confissão, 'Tudo o que perdoardes, será perdoado!'' Do lado você escreve situações que aconteceram: abortos, doenças, câncer, adultério, alcoolismo. E depois leve a missa, na adoração, no grupo de oração, apresente ao sacerdote para dar uma benção, faça mais de um para deixar nas caixinhas de oração e outro pra ficar contigo. E quem é adotivo, faça da sua família biológica e outro da sua família de criação.

2
º passo Louve a Deus pela sua família.
Tem gente que fala da sua família pra todo mundo menos pra Deus, que briga com seus familiares em programas de TV, mas sua briga é com o inimigo de Deus.

3
º passo Perdão
Perdoe os seus antepassados, e dê perdão em nome deles, a tudo o que se infiltrou e manchou de alguma maneira a sua família. Tudo isso está no Catecismo da Igreja Católica no parágrafo 1520, “O perdão inaugura a cura!”

4
º passo Renúncia
Não pegue aquilo que é ruim, mas renuncie.

5
º passo Professar a fé.
Professe em seu nome e de sua família.

6
º passo Faça orações de cura entre gerações.
Você pode encontrar em vários livros, várias orações pra você escolher, qual que se apropria e ore em línguas, reze o terço.

7
º passo Peça o Espirito Santo.
Fez a faxina? Clame agora o Espirito Santo, não deixe a casa vazia.

8
º passo Ofereça missa para os antepassados de sua família.

9
º passo Faça obras de caridade por eles.
Oferte água benta por eles, deixe umas gotas caírem por eles e pelas almas do purgatório.

10
º passo Consagre sua família ao Sagrado Coração de Jesus, Imaculado Coração de Maria, São José.
Pois aqueles que são do Senhor, Ele diz: 'Mexeu com eles mexeu comigo.', e olha como o Senhor ficou mexido na cruz por nós.
 
 
Transcrição e adaptação: Edna Carvalho
 
Confira um trecho desta pregação:
 

--------------------------------------------------------------

Padre Márlon Múcio
Fundador da Comunidade Missão Sede Santos


--------------------------------------------------------------

19/01/2013 - 14h20

Untitled Document
Comentários sobre a pregação

 

  PROGRAMAÇÃO
Clique e confira

Untitled Document
  AO VIVO

    TV Canção Nova
    Rádio AM