Formação - cancaonova.com

Formações

Imagem de Destaque

A origem e a função dos dons

Os dons so dados em benefcio da comunidade
A+ A-

São Paulo deixa claro que os dons, carismas, ministérios e atividades provêm de Deus, de Jesus, do Espírito Santo. Sendo assim, não são conseguidos pelo intelecto ou esforço humano, mas dados gratuitamente por intermédio da ação do Espírito (Cf. I Coríntios 12,1-31).

Paulo também demonstra a finalidade deles. As pessoas recebem dons diversos e estes devem ser colocados em prol do outro para o bem comum (cf. id 12,7). E relata alguns desses dons. Interessante notar que o apóstolo começa pelo dom da sabedoria, tema que perpassa toda a epístola dele ao povo de Corinto. Apesar de já ter deixado claro que eles [dons] são dados em benefício da comunidade, dá ênfase à origem deles. A partir daí ele desenvolve com mais vagar a finalidade dos dons, que são o serviço ao próximo. E para isso utiliza como exemplo o corpo humano (id. 12,12), dessa forma reforça a questão da unidade que o próprio Espírito proporciona. No batismo somos todos iguais (id. 12,13-14).

 

 

Interessante é que o apóstolo dos gentios começa por demonstrar a importância dos membros considerados menos importantes em comparação com outros mais vistosos: pé/mão e ouvido/olho (id. 12, 15-17). E assim atesta a importância dos mais fracos na comunidade, chamando-os de indispensáveis , pois também fazem parte do corpo da Igreja, cuja cabeça é Cristo (id. 12,18.20.22).

Ataca aqueles que se consideram superiores e não querem contar com os mais fracos (id. 12,21). Reforça a importância desses membros e, ao compará-los com partes íntimas do corpo, mostra que, apesar de serem considerados menos nobres, são justamente estes que precisam ser mais honrados (id. 12, 22-24). O apóstolo faz essa comparação para que não haja divisão e que todos sejam valorizados (id. 12,25), de modo que todos participem da vida dos demais membros da comunidade. E dessa forma cada um se sinta singular diante de Deus e da comunidade (id. 12,26-27).

E, além de alguns carismas já citados e outros novos, finaliza o trecho com atividades hierárquicas – apóstolos, profetas e mestres (id. 12,28). Esses cargos também participam da mesma dinâmica dos carismas. Nisso o apóstolo inclui todos da comunidade. Independentemente do carisma, do dom, da função, da atividade… são todos importantes, cada um possui um lugar específico, mas são todos membros do mesmo corpo (id. 12,29-30). E dessa maneira abre o tema seguinte, que diz respeito ao anseio pelo dom mais valioso, que, de tão importante, não é tratado como um dos carismas simplesmente, mas um caminho que ultrapassa a qualquer outro: o dom da caridade (id. 12,31).

4 – Como aplicar o texto na vida:

- Quais os dons que o Espírito Santo me concedeu?

- Coloco meus dons em favor do bem comum?

- Tenho consciência de que todos possuem dons e que todos possuem sua importância?

- Eu me enxergo como membro do Corpo de Cristo?

Foto

Denis Duarte
contato@denisduarte.com

Denis Duarte é especialista em Bíblia e Cientista da Religião. Professor da Faculdade Canção Nova e do Instituto de Teologia Bento XVI. www.denisduarte.com Twitter: @denisduartecom
Autor do livro Entenda os textos da Bíblia


12/04/2011 - 08h40

Tags: Espiritualidade estudo Bblia formao apstolo cancaonova cancaonova



+ Formações

Mais acessados

12-11-2012 -

Que eu veja!

formao
copyright© 2007 - Fundação João Paulo II. Todos os direitos reservados