cancaonova.com CHAT SHOPPING NOTÍCIAS LITURGIA DIÁRIA TV RÁDIO EU AJUDO   E-MAIL   MAPA   RSS
Sexta-Feira, 19 de agosto 2011, 08h28
Sua vocação é linda. Assuma-a!
 
Hoje eu digo para você: seja em que ponto você esteja na sua trajetória, assuma hoje a sua vocação. Há uma vocação para você. Existe. Claro que existe! Esta aí! É bíblico: Deus já criou você em vista das boas obras que Ele preparou, de antemão, para que você investisse a sua vida nelas.

Baixe e ouça esta pregação

E não pense que existem vocações "maiores" e "menores". Quem é maior? Meu pai Dom Bosco ou a mãe dele, mamãe Margarida? É difícil dizer! São João Bosco já é santo e tudo isso... Não é? A mãe dele ainda não é. Mas eu não duvido nada de que ela foi tão santa quanto ele. Só que o filho se projetou e a mãe não. Porque a mãe ficou ali na "sombra" de ser mãe, lá num lugarejo da antiga Itália ajudando seu filho.

"Sua vocação é linda e é preciso que você a assuma", exorta monsenhor Jonas

E a história se repete: não pense que a sua vocação de mãe, sua vocação de esposa, de dona de casa, seja menor do que a minha vocação sacerdotal ou de alguém que se consagra numa vida religiosa. Não! Não existe vocação "maior" e vocação "menor".

O beato João Paulo II, para ter sido o Papa João Paulo II, precisou ter um pai e uma mãe. Ele teve um pai e uma mãe. A vocação dos pais do beato João Paulo II foi a de ser esposos e, assim, dar à luz, criar, educar, formar e dar a Deus aquele que foi João Paulo II. E, para Deus, João Paulo II e seu filho - ou sua filha - são iguais. Porque, inclusive, todos eles têm vocação ao céu.

Seus filhos precisam chegar ao céu! Cada um deles. E isso realizando a própria vocação. A sua vocação é linda! Ela é sublime. Ela "custa" suor, sangue e lágrimas. Custa e vai custar. Sua vocação é linda e é preciso que você a assuma.

Veja: a nossa vocação não é somente algo natural, não! Você está formando homens e mulheres para Deus, para o céu. Jesus disse a Pedro e a André, a Tiago e a João: "Vinde após mim, e eu farei de vós pescadores de homens".

Gente, todos nós nesta caminhada, nesta trajetória, somos pescadores de homens. Você, como pai de família, não é apenas um "burro de carga" trabalhando, trabalhando e trabalhando para sustentar a sua casa e os seus filhos. Não! Você não o é. Você não foi feito para trabalhar como um "burro" - me desculpe! - não o foi. Graças a Deus, não o foi. Você também é pescador de homens.

Você como mãe, você como esposa, não existe apenas para ficar fazendo os trabalhos caseiros que não são de menor importância não! Você não é apenas uma lavadeira, uma cozinheira... Não! Você é uma pescadora de homens. E como você pode realizar isso? Na sua casa. E muito mais - muito mais! - onde você está. No lugar onde você reside e no meio de seus parentes, amigos e vizinhos. No seu local de trabalho, onde você tem os seus colegas de serviço. Lá na sua paróquia. Você tem aí, nestes lugares, as almas que Deus, de antemão, já preparou para que você as fecundasse, as preparasse e levasse pelos caminhos d'Ele, para que estas almas sejam d'Ele. Você é pescadora de homens!

E eu digo aos pais: assumam a sua vocação de pais e esposos. E assumam também a sua vocação de pescadores de homens dentro do seu caminho, dentro do seu chamado. E eu digo também aos pais: pelo amor de Deus, não impeçam a vocação de seus filhos!

Gente, como infelizmente os pais, por uma incompreensão, por um cálculo totalmente humano, por uma "previdência" humana, querem estabelecer - por si próprios - o caminho de seus filhos! Já querem que seu filho seja "isso", ou que a filha seja "aquilo", que faça "este" estudo, que vá para "esta" faculdade, e depois tenha "esta" profissão, e depois faça "assim" e se case com "fulano", e que tenha "essas" garantias e tal, e tal, e tal, e tal...

Pai e mãe, deixem de atrapalhar a vida do seu filho! Deixem de desviar o seu filho do caminho! Deixem! Porque vocês não o estão levando à felicidade. Vocês estão o levando à infelicidade. Porque é bíblico: Deus já criou seu filho - e sua filha - para as boas obras que, de antemão, Ele já preparou para que eles praticassem. E não aquilo que vocês querem. Não o estudo que vocês querem. Não a faculdade e a profissão que vocês querem, no lugar que vocês querem. Casando-se com a pessoa que vocês querem por causa de seus interesses, por causa da sua necessidade em dar garantias para seus filhos. Não é nada disso!

Eu sei que vocês fazem isso por amor. Um amor mal-entendido. Um amor, mas sem discernimento. E Deus está dizendo a vocês: não impeçam seu filho de seguir sua vocação.

(Trecho da palestra "Vocação, um negócio importante" de 11 de janeiro de 1999 com monsenhor Jonas Abib)



Adquira esta palestra: (12) 3186-2600



.: Receba mensagens do monsenhor Jonas no seu celular


Shopping Virtual:

.: Livro
'Fragmentos de uma vida em Deus'
Monsenhor Jonas Abib



.: DVD
'Como é linda a nossa família'
Monsenhor Jonas Abib