cancaonova.com - O Portal 100% católico
 » Entrevista com Padre Haroldo Rahm
Padre Haroldo Rahm
Padre Haroldo Rahm

Padre Jesuíta. Trabalha em Campinas na Fazenda APOT – Associação Promocional Oração e Trabalho, com recuperação de Alcoólatras e toxicômanos.

O Senhor está na história da Canção Nova, sendo o padre que rezou pedindo o batismo no Espírito Santo pelo padre Jonas, ponta-pé inicial de todo plano que Deus tinha para ele e a para a comunidade Canção Nova. Como é para o Senhor estar aqui e tocar nessa obra de Deus?

O que penso sobre a Canção Nova, para mim, é uma coisa milagrosa. Eu conheci meu bom amigo, Padre Jonas quando ele era um jovem padre. Ele queria cantar em todo o mundo, este era o desejo dele. Nós éramos chamados a retiros e grupos de oração. Eu sempre considerava o Padre Jonas como santo, porque ele é uma pessoa maravilhosa e, só uma pessoa que vive no Espírito pode ser um instrumento de Deus para construir tudo isso que está construído aqui, com a Virgem Maria.

Hoje, o senhor tem realizado muitos trabalhos com jovens dependentes químicos, como instrumento de Deus. Como foi a inspiração para o início deste trabalho?

Foi uma inspiração desde o meu nascimento, porque eu nasci uma família alcoólatra e, por causa do álcool meus pais se divorciaram e minha mãe teve que cuidar de nós. O meu pai era um bom médico, uma boa pessoa, mas como todo alcoólatra, ele tinha esse problema terrível e minha mãe se divorciou dele. E quando afinal a ser sacerdote, porque parece que tinha muito conhecimento de pessoas alcoolizadas, eles começaram a vir a mim como abelhas vão até o mel. Porém os alcoólatras vieram muitos e ao final, decidi dedicar a minha vida a eles. E também àquelas pessoas que dependem de drogas. Cada pessoa que é alcoólatra ou drogada, destrói de uma maneira ou outra, outras pessoas. Esse é um apostolado muito grande e tem muito bons padres trabalhando nisso, mas muito poucos.

Que grupo de pessoas a Fazenda atende hoje?

Alcoólatras e o problema principal: drogas. Na verdade o álcool é a pior droga que existe e, pelo fato de ser legal, não quer dizer que não seja pouco horrível. Por isso eu destaco sempre o álcool do que as drogas, porque o problema é o álcool. Por exemplo, das 150 pessoas que temos em nossas várias obras, a maior parte delas sofreram problemas com o alcoolismo. A droga em si é um problema menor.

Como é realizado o trabalho de recuperação desses jovens?

Nós temos mais ou menos 49 pessoas assalariadas, dentre elas psicólogas, assistentes sociais e jovens recuperados. Temos muito diálogo individual e grupal, e também espiritualidade.

Qual o papel da família do jovem na prevenção e se necessário no tratamento?

A prevenção dentro da família é muito importante. Geralmente, quando o jovem tem uma boa família, estruturada, ele consegue se desviar desses caminhos, mas se ocorre o contrário, onde os pais não dão importância a esse jovem, ele consegue manipular seus pais. A família também é muito importante na recuperação. Nós buscamos trabalhar o máximo possível com a família. E daí a importância da reunião desse jovem com pessoas de sua família e pessoas que ele ama.

Padre Harold, o que o senhor diria às pessoas sobre o sentido real que elas precisam dar à sua vida

É difícil falar com uma pessoa que é alcoólatra ou toxicômano porque ela não vai ouvir, mas entre eles, aqueles que são recuperados podem falar, assim como dizem no dialeto popular, como se esta pessoa que estivesse cheia de saúde e você diz pra ela cuidar bem da sua saúde, ela não te ouvirá. Mas em prevenção, em primeiro lugar é preciso que essas pessoas tenham uma família religiosa, espiritual, como a família Canção Nova. O governo poderia parar de deixar ser exibidas muitas propagandas em favor de bebidas alcoólicas e as outras drogas que são legais como o cigarro, nos meios de comunicação de massa, como nós que já fizemos uma luta contra o cigarro. Deve ter nesses meios de comunicação, coisas boas como na Canção Nova para se propagar e não o espírito das drogas.




Marcos José Zanoni era alcóolatra há 10 anos. Hoje está na Fazenda Apot em tratamento no período de 6 meses. Dentro de 15 dias estará finalizando seu tratamento.
Marcos deseja recomeçar tudo de novo, vivendo de maneira diferente com um futuro cheio de esperança.





cancaonova.com

01/01/2002

Assinar mensagem Assinar RSS    Delicious Delicious
 
 :: Voltar
Minhas metas para 2012

Crescer na intimidade com Deus
Melhorar meu relacionamento familiar
Investir na vida profissional